A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (17) mais uma fase da Operação Sexta Parcela, em continuidade aos trabalhos de combate às fraudes contra benefícios emergenciais. As ações ocorrem em Minas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo.

De acordo com a PF, as investigações são resultados da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial, da qual participam também o Ministério Público Federal, o Ministério da Cidadania, a Caixa, Receita Federal, a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União.

PF

Operações ocorrem em Minas Gerais

O trabalho conjunto tem por objetivo a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes, além de recuperar os valores para o erário.

Em Minas, um mandado de busca e apreensão foi cumprido em Patos de Minas, no Triângulo, na residência de um suspeito de ter sido beneficiado por diversas fraudes ao auxílio, contabilizando R$ 8.400 em um único dia.

Segundo a PF, já foram realizadas 98 operações policiais no combate às fraudes aos benefícios emergenciais, com a expedição de mais de 380 mandados de busca e de 50 de prisão.

Leia mais:
Operação apreende 50 kg de cocaína na BR-135, em Curvelo
STF suspende processo contra investigada na Operação Zelotes