O governo paulista anunciou nesta quarta-feira (24) a flexibilização do uso de máscara em áreas abertas no estado a partir de 11 de dezembro. A medida foi orientada pelo comitê científico de São Paulo a partir de dados do avanço da vacinação e do cenário epidemiológico. Em lugares fechados e no transporte público, o uso de máscara seguirá obrigatório.

Um novo decreto com as mudanças será editado e publicado no Diário Oficial de SP nas próximas semanas, informa o governador João Doria. 

O estado de São Paulo conta com 74,5% da população com esquema vacinal completo.

“São mais de 34,4 milhões de pessoas acima de 12 anos completamente imunizadas, ou seja, com duas doses do imunizante do Butantan/CoronaVac, da Fiocruz/AstraZeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech, além da dose única da Janssen”, diz o governo, em nota.

A decisão foi amparada, também, em análise do impacto da liberação de 100% da capacidade de público em eventos culturais, esportivos e de lazer. A lotação máxima está permitida desde 1º de novembro. De acordo com a secretaria de Saúde, as análises não indicaram aumento no cenário epidemiológico nos últimos 20 dias.

O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, destaca a necessidade de que, quem ainda não tomou a segunda dose da vacina, retorne aos postos para se imunizar.

Leia mais:
Expocachaça começa na quinta com 150 estandes, espaço gourmet e shows musicais
Metrô de BH terá funcionamento especial para consumidores na Black Friday; confira horários
PBH estende funcionamento da Feira Hippie em uma hora durante o mês de dezembro