SÃO PAULO- Após quatro dias internada, morreu na madrugada deste sábado (2) a universitária Isabela Pavani Castilho Cruz, 18 anos, que havia sido baleada na cabeça na rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos (Grande São Paulo) na última terça-feira (29).

Conforme informou a assessoria de imprensa do Hospital Nipo-Brasileiro de São Paulo, para onde a jovem foi levada após o ocorrido, Isabela teve morte cerebral constada após "a conclusão de exames clínicos protocolares''. A família autorizou a doação dos órgãos.

Na terça, Isabela seguia pela rodovia em um Hyundai ix35 blindado, acompanhada de uma amiga. No km 215, o Hyundai da estudante foi atingido na traseira por outro carro com ao menos três pessoas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Isabela desceu do carro para ver o que havia acontecido e foi baleada na cabeça por um homem. Os três suspeitos fugiram do local sem levar nada da vítima.
A estudante foi levada em estado grave ao pronto-socorro do Hospital Nipo-Brasileiro. A amiga da jovem não foi ferida, mas ficou em estado de choque.
O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Guarulhos. Procurada, a polícia não pode informar o andamento das investigações