A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta teça-feira (23) um mandado de busca e apreensão na capital paulista e o sequestro de valores em contas bancárias de 31 pessoas em uma operação contra fraudes no  Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A Operação Fiscela investiga um esquema que teria fraudado 40 benefícios de auxílio-doença. A apuração começou em 2018 a partir de análises do próprio INSS que apontaram irregularidades na concessão dos benefícios.

Segundo a PF, as ações identificaram pessoas que estavam empregadas e simulavam problemas de saúde com documentação falsa. A polícia estima que as fraudes tenham causado um prejuízo de cerca de R$ 500 mil aos cofres públicos.

Leia mais:
INSS amplia prova de vida digital para 5,3 milhões de beneficiários
Como agir após ter dados pessoais vazados? Cliente deve buscar empresas e pode entrar na Justiça
Cartilha alerta idosos sobre uso consciente de aposentadorias; confira as orientações