A cidade de Ribeirão Preto, no interior paulista, inicia nesta quarta-feira (17) um confinamento de 120 horas para tentar conter o aumento dos casos de Covid-19. As medidas valem pelos próximos cinco dias, até o próximo domingo (21).

Durante esse período, somente serviços considerados emergenciais podem funcionar na cidade. Até mesmo supermercados, padarias, açougues e hortifrútis só poderão atender por meio de entrega em domicílio. Restaurantes também só poderão funcionar por delivery e com capacidade de funcionamento limitada a 50%.
 

Ribeirão Preto

Todas as atividades comerciais, de prestação de serviços e industriais estão proibidas na cidade

Nesses dias só será permitido o funcionamento de postos de combustível, que terão o horário reduzido e poderão abrir das 6h às 20h. Também serão permitidos as atividades industriais cuja paralisação acarrete danos ou perecimento de produtos [e que deverão reduzir a produção e a quantidade de funcionários]; o transporte de mercadorias; o autoatendimento em agências bancárias e o transporte por aplicativos ou táxis.

No entanto, todas as atividades comerciais, de prestação de serviços e industriais estão proibidas.

A prefeitura também anunciou que o transporte público será suspenso nesse período e a circulação de pessoas pelas ruas só será permitida quando for extremamente necessária: para comprar medicamentos, para atendimento médico, para o trabalho permitido por esse decreto ou para atendimento de situações de urgência ou necessidades inadiáveis. Nesse caso, as pessoas deverão comprovar a necessidade de locomoção por meio de documentos.
Leia mais:
Cidades do Estado do Rio terão 444 mil doses de vacina CoronaVac
Imunização contra a gripe inicia em abril com intervalo de 14 dias após aplicação da vacina da Covid