O governo de São Paulo incluiu mais 778 escolas públicas no Programa de Ensino Integral (PEI). Agora, são 1.855 escolas estaduais que ofertam atividades em período integral em 427 municípios paulistas.

O programa atende atualmente 437 mil estudantes e, com a ampliação, passará a abranger mais 387,3 mil alunos.

Ministro das Educação

Criado por lei estadual em 2012, o PEI programa busca permitir o desenvolvimento dos estudantes a partir de um projeto de vida, com práticas pedagógicas associadas a propostas que incentivam o protagonismo dos jovens



Segundo a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, com a medida, será antecipada uma das metas do Plano Nacional de Educação que prevê que no mínimo 25% dos estudantes da educação básica sejam atendidos com jornadas de mais de sete horas. Com a ampliação do programa, o objetivo deve ser alcançado no próximo ano.

Criado por lei estadual em 2012, o PEI programa busca permitir o desenvolvimento dos estudantes a partir de um projeto de vida, com práticas pedagógicas associadas a propostas que incentivam o protagonismo dos jovens.

De acordo com a Secretaria de Educação, e 2019, as escolas participantes do PEI tiveram crescimento de 1,2 ponto percentual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)  indicador do governo federal para medida a qualidade do ensino. Nas escolas regulares, o avanço ficou em apenas 0,6 ponto percentual.

Leia mais:
Prefeito de Duque de Caxias tem alta após internação por Covid-19
Covid-19: Brasil tem 19 milhões de casos acumulados e 533,4 mil mortes