Um tornado atingiu o município paranaense de Marechal Cândido Rondon (a 584 km de Curitiba) na tarde desta quinta-feira (19), por volta das 16h15. A cidade fica a cerca de 150 km de Foz do Iguaçu, na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A prefeitura da cidade, de 51 mil habitantes, disse que ao menos 20 pessoas se feriram com a passagem do tornado, mas sem gravidade. Ainda segundo a administração local, 1.500 tiveram suas casas danificadas.

Alguns moradores conseguiram cobrir telhados danificados com lonas, mas foi montado um centro de acolhimento emergencial no centro de exposições da cidade para que famílias desabrigadas possam passar a noite.

Chove na região e a previsão meteorológica das primeiras horas de sexta é de chuva forte sobre a cidade.

TORNADO

De acordo com o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), pelos relatos e imagens dos estragos, o tornado é da categoria F1, em uma escala que vai de F0 a F5.

A estimativa é de que os ventos tenham sido de até 125 km/h.

Em vídeo feito pela Polícia Rodoviária Federal do Estado, é possível ver a tempestade em que o tornado se formou.

Não é a primeira vez neste ano que o Sul do país que um fenômeno do tipo provoca estragos. Em abril, parte do município de Xanxerê, no oeste catarinense, foi devastada por um tornado também da categoria F1. Duas pessoas morreram.

SANTA CATARINA

Ventos de rajada também atingiram a região de Chapecó, no oeste de Santa Catarina. Há registro de casas destelhadas e árvores caídas mas, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), não é possível confirmar se a cidade foi atingida por um tornado.

O fenômeno - caracterizado pelo formato de funil, assim como um furacão - é isolado e se desloca no máximo por até 4 km de distância. Dessa forma, não é possível que o tornado da cidade no Paraná tenha se deslocado para o Estado vizinho.

De acordo com o Inmet, é comum que o Sul do país seja atingido por chuvas fortes e áreas de instabilidade durante a primavera. Tais condições facilitam a formação de ventanias e até mesmo tornados.