Entre os “porschistas” mais radicais, há um consenso de que o melhor Porsche de rua já feito foi o 911 RS, de 1972. Entre as justificativas estão o baixo peso e a potência elevada, sem uso de turbo ou compressor mecânico. Mas o fator mais importante é a total ausência de assistência eletrônica. Para estes devotos da marca de Weissach, a nova edição do 718 Cayman GT4 Clubsport é o mais perto que se pode chegar do RS, caso o amigo não possa pagar por um 911 GT3 RS ou pelo obsceno 911 GT2 RS.

O GT4 Clubsport foi lançado originalmente em 2016. Tratava-se de uma opção para quem buscava um carro para track days, mas de acordo com as especificações da categoria GT4 da FIA. Agora a Porsche resolveu separar o joio do trigo com duas opções do GT4 Clubsport: a Trackday e Competition.

Um dos destaques desse carro de corridas de apenas 1.320 quilos é o uso de fibras vegetais de cânhamo e linho para formar os painéis das portas e do aerofólio. Segundo a Porsche, as fibras oferecem rigidez semelhante às de carbono.

Trackday
A primeira opção é um carro de acesso para pilotos amadores que buscam um bólido para acelerar num autódromo nos fins de semana. Dizem que é excelente para relaxar os nervos. Eu não duvido!

O 718 Cayman GT4 Clubsport “Trackday” é equipado com um motor boxer (horizontal) seis cilindros de 3.8 litros que entregam nada menos que 425 cv. A primeira edição debitava 385 cv. O propulsor é conectado a uma transmissão de dupla embreagem e seis marchas. Como se trata de um carro de pista e não de rali, a tração é traseira. 

O bólido conta com gaiola de sobrevivência, escotilha de resgate no teto, assim como freios de competição com discos de 380 mm e suspensão herdada do 911 GT3 RS Cup. O tanque de combustível segue o padrão FT3 (para competição) e tem capacidade para 80 litros. 

Essa versão, como não é destinada a pilotos profissionais, conta com algumas regalias como ar-condicionado, freios ABS e controle de estabilidade (ESP). No entanto, os equipamentos podem ser desligados. O preço da brincadeira? Nada que 134 mil euros (R$ 573 mil), fora os impostos, não possa comprar. 

Competition
Já a opção Competition foi desenvolvida para ser um carro apto para participar de provas da GT4 Series. Ele mantém o mesmo motor e transmissão, mas agrega equipamentos como amortecedores com três níveis de ajuste de carga e macacos pneumáticos que suspendem a carroceria para troca de pneus. Por dentro ele conta com volante de competição removível e circuito de extintores de incêndio automáticos. 

Como é homologado para provas de longa duração, o tanque de combustível teve a capacidade elevada para 115 litros. Nessa opção, o preço sobe 157 mil euros (R$ 672 mil), além das taxas.