O nível dos reservatórios que compõem o Sistema Cantareira, principal manancial para abastecimento da Grande São Paulo, subiu 0,3 ponto porcentual neste sábado, para 23,5% da capacidade, de acordo com boletim da Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp). Este foi o décimo dia consecutivo de alta.

Ainda de acordo com a Sabesp, o Cantareira opera com -5,8% no chamado índice negativo e com 18,2% no terceiro índice. A última baixa do Cantareira foi em 26 de outubro, quando o nível desceu de 15,7% para 15,6%. Desde então, o manancial mantém uma sequência positiva - o que, no entanto, não foi suficiente para tirá-lo do volume morto.

Quanto a outros mananciais, a Sabesp informou que houve aumento de 0,1 ponto porcentual no Rio Claro, para 66,9% da capacidade. Já no Alto Tietê, que apresenta uma das situações mais críticas, o volume se manteve neste sábado em 18,7%.

Nos demais reservatórios, houve queda. O Guarapiranga perdeu 0,3 ponto porcentual, para 87%; o Rio Grande, 0,5 ponto, para 97,6%; e o Alto Cotia, 0,2 ponto, totalizando 78% da capacidade total.