HYDERABAD - Chuvas torrenciais no Sul da Índia, provocadas pela passagem de um ciclone na quarta-feira (31) passada, deixaram pelo menos 22 mortos e obrigaram o deslocamento de 60.000 pessoas, informaram as autoridades locais.

As tempestades provocadas pelo ciclone Nilam, que atingiram as costas meridionais da Índia, inundaram centenas de vilarejos. Os moradores foram obrigados a seguir para abrigos improvisados, informou Karikal Valavem, funcionário dos serviços de emergência do governo de Andhra Pradesh.

"Pelo menos 22 pessoas morreram e muitas ficaram desabrigadas. A chuva provocou danos em todas as plantações", disse.

O ciclone Nilam afetou na quarta-feira uma região 50 quilômetros ao sul de Chennai (antiga Madras), no estado de Tamil Nadu, antes de seguir para o interior.