O ex-presidente Luiz Inácio da Silva falou pela primeira vez, nesta quarta-feira (10), após decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter anulado todas as condenações de Lula relacionadas à Operação Lava Jato.

No discurso, que durou quase uma hora e meia, no Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC Paulista, Lula disse que foi “vítima da maior mentira jurídica em 500 anos de história”. O ex-presidente chamou os juízes da Operação Lava-Jato de “quadrilha”, defendeu a vacinação e disse que o Brasil está “sem governo”.   

O ministro Edson Fachin anulou todas as condenações de Lula, na última sexta-feira (5), após considerar que a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgar casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula.

O cientista político da PUC Minas Robson Sávio conversa com a repórter Maria Amélia Ávila sobre o discurso do ex-presidente, o novo cenário político e as repercussões da decisão de Fachin, nesta quarta-feira (10), às 17h30. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje Em Dia.