INDAIATUBA (SP) – Enquanto a Citroën não decide se trará ou não a nova versão do C3 para o Brasil, o melhor a se fazer é qualificar sua gama. E desta maneira, a marca francesa acaba de lançar a linha 2018 dos modelos C3 e Aircross, que têm como principal novidade a inclusão da transmissão automática de seis marchas, que aposenta de vez a antiga e pouco eficiente caixa de quatro velocidades, que estrangulava os bons atributos do motor 1.6 de 120 cv da dupla. Outra “benfeitoria” para os modelos franco-fluminenses foi a inclusão do sistema multimídia de sete polegadas em todas as versões. 

Com a linha 2018, o hatch passa a contar com uma versão intermediária, a Attraction 1.6, com preço sugerido de R$ 58.540, que se posiciona entre as opções com motor 1.2 e caixa manual. Com a nova transmissão, a versão Tendance 1.6 teve seu preço reajustado de R$ 60.090 para R$ 61.940. Já a Exclusive 1.6 manteve seu valor inalterado em R$ 65.490.

Já a minivan aventureira Aircross teve sua linha enxugada para apenas duas versões, equipadas somente com motor 1.6 e caixa automática de seis velocidades. Com o ajuste, o modelo passa a ser oferecido nas versões Live 1.6 (R$ 67.990) e Shine 1.6 (R$ 76.400).

Caixa

Segundo a Citroën, a nova transmissão fornecida pela japonesa Aisin promete economia de 7% em relação a antiga caixa de quatro marchas. A transmissão também oferece quatro modos de condução Drive, Sport e Eco (que pode ser ainda 5% mais econômico), além do modo manual sequencial. 

Tanto o Aircross quanto o C3 ainda são automóveis que entregam um padrão de conteúdo e conjunto mecânico qualificados. Podemos dizer até superior à boa parte dos hatchs compactos ou minivans pequenas (aventureiras ou não), que recorrem a caixas automatizadas ou do tipo CVT. 

O pacote de conteúdo permite a inclusão de itens como bancos revestidos em couro, sensores de chuva, ré e crepuscular, além de câmera traseira e rodas de liga leve aro 16.

C4 Picasso

Junto com os compactos, a Citroën apresentou a linha 2018 das minivans médias C4 Picasso e Grand C4 Picasso(sete lugares). A dupla passou por uma pequena plástica na parte frontal, mas manteve o conjunto ótico em três níveis.

A motorização segue com o motor turbo THP 1.6 de 165 cv e a mesma caixa automática de seis marchas dos irmãos menores. Por dentro, a minivan segue como um dos carros mais confortáveis do mercado, com bancos individuais, com direito a suporte elétrico para as canelas do passageiro da frente. Tudo isso com preços entre R$ 121.400 e R$ 167.400.