O Brasil é um país com pouca cultura de investimento em bolsa de valores, mas um grupo de amigos de Belo Horizonte está querendo modificar esse cenário. Em maio deste ano eles fundaram a WM Manhattan e já alcançaram um crescimento de 300%.

No formato de mesa de trader, ou mesa proprietária, o modelo de negócio da WM já é muito comum nos EUA, onde profissionais avaliam a posição do mercado financeiro, executando operações e compra e venda de ações e dólar no mesmo dia.

Em uma mesa proprietária, há a estrutura necessária para operar no mercado, com o custo operacional mais vantajoso. Isso ocorre porque o volume negociado é muito alto.

A WM Manhatam atua tanto na formação de traders (investidores) como na negociação de ações na bolsa de valores. Os donos da empresa utilizam capital próprio para atuar no mercado financeiro. Paralelamente à atuação na bolsa, os sócios capacitam e desenvolvem as habilidades dos traders.

Para ter acesso ao capital da empresa, os traders precisam se destacar em suas operações iniciais. A WM disponibiliza até R$ 1 milhão do próprio capital para que os novos investidores operem na bolsa de valores.

Segundo Pedro Henrique Rabelo, CEO da WM Manhattan, o conceito de mesa proprietária ainda não é muito conhecido no Brasil devido à cultura nacional do investimento em renda fixa.

“Nos Estados Unidos, cerca de 50% do volume da bolsa de valores é realizado por empresas/ investidores como a WM. No Brasil o mercado ainda é muito incipiente. Estamos trazendo um novo modelo de empreendedorismo para o nosso país. Nós acreditamos que podemos viver do mercado brasileiro”, destaca Pedro.

Números

O trabalho começou com quatro sócios, em uma pequena sala. Agora eles já ocupam um andar inteiro no bairro Belvedere.
Mais de 300 traders foram capacitados e, atualmente, 40 traders operam na sede da empresa. Outros 110 são remotos. Há profissionais formados nas mais diversas áreas, como biólogos, arquitetos e designers gráficos.

A meta para 2018 é alcançar 700 traders, abrir filiais em outras capitais e uma unidade até mesmo em Portugal.