Manifestantes chilenos jogaram pedras e bombas feitas com gasolina em confrontos com a polícia nesta quarta-feira (11) durante protestos organizados para marcar o 40º aniversário do golpe militar no país. Os agentes de segurança prenderam 13 pessoas nesta quarta-feira.

Os protestos foram organizados para marcar o dia 11 de setembro de 1973, quando um golpe militar colocou no poder o ditador Augusto Pinochet. Há 40 anos, Pinochet supervisionou um feroz bombardeio aéreo ao palácio presidencial. O presidente socialista Salvador Allende cometeu suicídio, em vez de se render ao golpe.

A morte do presidente marcou o começo dos 17 anos de ditadura no país. O governo estima que centenas de pessoas foram mortas durante o governo de Pinochet.

Pinochet morreu quando estava em prisão domiciliar e nunca foi julgado pelas acusações de enriquecimento ilegal e violações dos direitos humanos. Fonte: Associated Press.