A Coreia do Norte emitiu neste sábado (10) a sua mais recente ameaça nuclear, dois dias depois de o Ministério da Defesa da Coreia do Sul ter dito que Pyongyang estava fazendo os preparativos finais para realizar seu quarto teste nuclear.

"A Coreia do Norte reitera a sua posição resoluta em levar ao cabo contramedidas, incluindo testes nucleares para proteger a soberania e a dignidade do país", informou agência estatal de notícias do país, citando o jornal oficial Rodong Sinmun.

O Instituto para a Ciência e Segurança Internacional informou em um relatório publicado neste sábado que imagens de satélite capturadas ontem mostrou atividades em curso no local em que são realizados testes nucleares na Coreia do Norte, incluindo o movimento de possíveis veículos, caminhões e contêineres. O levantamento, no entanto, não precisa o momento exato no qual isso teria ocorrido.

Na quinta-feira, o ministro da Defesa sul-coreano, Kim Kwan-jin, disse que a Coreia do Norte estava fazendo os preparativos finais para realizar seu quarto teste nuclear. A autoridade, no entanto, disse que poderia ser um blefe do governo de Pyongyang e alertou que, caso fosse verdade, o vizinho do Norte enfrentaria sérias consequências.

Um quarto teste marcaria outra resposta desafiadora à pressão internacional liderada pelos Estados Unidos contra o programa de armas da Coreia do Norte, que realizou operações nucleares em 2006, 2009 e 2013. Fonte: Associated Press.