Coreia do Sul e China vencem Olimpíada Internacional de Matemática no Rio

Agência Brasil
primeiroplano@hojeemdia.com.br
22/07/2017 às 18:49.
Atualizado em 15/11/2021 às 09:42
 (Tânia Rêgo/Ag. Brasil/Arquivo)

(Tânia Rêgo/Ag. Brasil/Arquivo)

A equipe da Coreia do Sul venceu a 58ª edição da Olimpíada Internacional de Matemática (IMO 2017), que reuniu 112 países no Rio de Janeiro e pela primeira vez foi realizada no Brasil, país que terminou a competição em 37ª lugar, com duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas. O segundo lugar, por equipe, ficou com a China e o terceiro com o Vietnã.
 
Campeã da última edição da competição (IMO 2016), a equipe dos Estados Unidos ficou na quarta colocação este ano, seguida da Irlanda do Norte e do Japão. A IMO 2017 foi organizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa, instituto de pesquisa brasileiro vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) e realizada em conjunto com o Congresso Internacional de Matemática (ICM) 2018, como parte do Biênio da Matemática Brasil 2017/2018.
 
Mais antiga e prestigiada competição de nível médio do mundo, a Olimpíada Internacional de Matemática é realizada anualmente e nesta edição contou com uma participação recorde de 623 estudantes de 112 países de cinco continentes.
 
Cada equipe era composta por, no máximo, seis participantes que, entre os dias 17 e 21 se empenharam em resolver os mais desafiadores problemas matemáticos, mantendo uma tradição que teve início em 1959, na Romênia, então com apenas seis países participantes.


Os vencedores
A equipe da Coreia do Sul venceu a IMO 2017 com todos os seus seis atletas conquistando seis medalhas, todas de ouro. Segunda colocada, a equipe da China conquistou cinco medalhas de ouro e uma de prata; enquanto a equipe do Vietnã fechou em terceiro lugar com quatro ouros, uma prata e um bronze.
 
Já os seis brasileiros selecionados pelo Impa e pela Sociedade Brasileira de Matemática para participar desta edição conquistaram duas medalhas de prata (João César Campos Vargas e Davi Cavalcanti Sena), uma de bronze (George Lucas Diniz Alencar) e três menções honrosas (Bruno Brasil Meinhart , Pedro Henrique Sacramento de Oliveira e André Yuji Hisatsuga.
 
Ao conquistar uma medalha de prata e totalizar 21 pontos, o brasileiro João César Campos Vargas foi o melhor colocado entre os atletas do país, ficando na 82ª colocação no individual. No ano passado, o Brasil teve a sua melhor colocação, ao terminar a competição em 15ª lugar por equipe.
 
Filho de Assad na disputa
A delegação da equipe Síria terminou a competição na 56ª colocação entre os 112 participantes, aí incluída Angola que esteve pela primeira vez no evento e participou apenas como observadora. Principal destaque da equipe, por ser filho do ditador Bashar al-Assad, presidente do país, o jovem Hafez al-Assad terminou a competição em 528º lugar no individual, ficando com uma menção honrosa.
 
No Rio, Hafez al-Assad aproveitou também para fazer turismo e conhecer a cidade. Esteve no Corcovado e no Pão de Açúcar – dois dos principais cartões postais da cidade -, no Maracanã, no Boulevard Olímpico e na Lagoa Rodrigo de Freitas. Sexta-feira, dia de descanso, jogou bola e mergulhou nas águas da praia da Barra.
 
Os interessados podem ver o resultado final e a colocação (por equipe ou individualmente) no endereço  http://www.imo-official.org/country_individual_r.aspx?code=BRA.
 
A 59ª edição da Olimpíada Internacional de Matemática será realizada na Romênia, de 3 a14 de julho de 2018.

Compartilhar
Logotipo Hoje em DiaLogotipo Hoje em Dia

Fale conosco: (31) 3253-2207

ASSINEDigitalATENDIMENTO AO ASSINANTEBelo Horizonte 31 3236-8000Interior 31 3236-8000
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por