A CPI da Barragem de Brumadinho, instalada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, oficializou nesta terça-feira (19) os seus membros. A presidência será ocupada pelo deputado Gustavo Valadares (PSDB), conforme adiantado no último dia 13, data de instauração da comissão. A vice-presidência da CPI, entretanto, agora será do deputado Sargento Rodrigues (PTB). 

Na semana passada, após a aprovação da CPI em Plenário, o nome ventilado para ocupar a vice-presidência foi o do deputado Inácio Franco (PV), braço direito do presidente da Casa, Agostinho Patrus (PV), que mantém boa relação com o governo de Romeu Zema (Novo). Apesar disso, Sargento Rodrigues, um crítico do governo, reclamou bastante de, inicialmente, não compor o quadro de membros da comissão. O petebista foi o primeiro signatário do pedido de instauração da CPI. 

Já o relator da comissão, responsável por apresentar a conclusão das investigações parlamentares, será o deputado André Quintão (PT), que lidera o bloco de oposição.

Nesta terça-feira (19), às 17h, a comissão realiza uma reunião extraordinária para votar os primeiros requerimentos. As reuniões ordinárias serão realizadas as quintas-feiras, a partir de 9h30.

Leia mais:
Vale diz que fez pagamentos emergenciais a cerca de 800 atingidos
Sobe para 207 o número de mortes confirmadas em Brumadinho; confira a lista
Após contaminação do Paraopeba, Vale assina acordo para garantir abastecimento em Pará de Minas
Funcionários investigados por tragédia de Brumadinho deixam presídio mais de 24h após decisão do STJ