A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira (22) Pedro Benedito Batista Júnior, diretor-executivo da empresa de plano de saúde Prevent Senior. A comissão investiga se o plano de saúde ocultou mortes de pacientes em estudo realizado para testar hidroxicloroquina, associada à azitromicina, para o tratamento contra o coronavírus.

Conforme o Senado, o depoimento de Batista Júnior estava previsto para a última quinta-feira (16), mas ele não compareceu. Na semana passada, o diretor-executivo da Prevent Senior obteve no Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de não responder a perguntas dos senadores que possam incriminá-lo.

Os senadores receberam um dossiê com uma série de denúncias de irregularidades, elaborado por médicos e ex-médicos da Prevent. O documento informa que a disseminação da cloroquina e outras medicações ineficazes contra a Covid-19 foi resultado de um acordo entre o governo Jair Bolsonaro e a Prevent.

Assista ao depoimento:

Leia também:
Ministro da Saúde testa positivo para Covid-19 e fica em quarentena nos EUA
Primavera chega nesta quarta trazendo previsão de chuva e refresco na temperatura
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro