Cercada de amigos e familiares, a ex-presidente Dilma Rousseff disse adeus à mãe dela, Dilma Jane, que faleceu neste sábado (13), em Belo Horizonte. A despedida foi em uma cerimônia discreta e sem a presença de lideranças nacionais, na Funeral House, na região Centro-Sul da capital. A causa da morte não foi confirmada, mas, aos 95 anos, ela já estava com a saúde debilitada. O velório aconteceu durante toda a manhã deste domingo (14) e o corpo será cremado em Contagem, na Grande BH.

Dilma Rousseff estava em viagem à Londres, na Inglaterra, e chegou sozinha ao velório por volta das 10h. Ela foi recebida por alguns militantes e contou com o apoio da filha, Paula, e do irmão Igor Rousseff. Também se fizeram presentes politicos e pessoas próximas. 

Homenagens

O ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), foi prestar solidariedade à família da petista. Ele não quis falar com a imprensa. Companheiros do Partido dos Trabalhadores (PT), como os deputados federais Reginaldo Lopes e Rogério Correia, também ofereceram os pêsames. "Vim trazer minha solidariedade a essa mulher que sempre ajudou os mais pobres e via na mãe dela uma inspiração", disse Correia. A ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, também marcou presença.

Dilma Rousseff se despede da mãe em Belo Horizonte

Dilma Jane foi velada na Funeral House, no Funcionários, em BH

O presidente do PT em BH e vereador Arnaldo Godoy, falou que Dilma Rousseff está tranquila e feliz com a presença de amigos. "Quando nossa sempre presidente foi eleita, assumi a tarefa de recepcioná-la em Minas Gerais. Com isso, estabeleci uma relação de amizade e vim para dar um beijo de carinho e afeto. Dilma está feliz com a presença dos amigos de BH e disse para lideranças nacionais que não precisam se deslocar até a cidade".

Biografia

Professora aposentada, Dilma Jane Coimbra da Silva Rousseff nasceu em Nova  Friburgo, no Rio de Janeiro, em 1924. Criada em Uberaba, no Triângulo Mineiro, foi lá que conheceu e casou com o imigrante búlgaro Pedro Rousseff. Mais tarde se mudou para Belo Horizonte, onde teve os três filhos e viveu grande parte da vida. Durante o mandato de Dilma Rousseff (2011-2016), morou na residência oficial da presidência da República, o Palácio da Alvorada, em Brasília, na capital federativa. Com saúde frágil, nos últimos anos foi diagnosticada com Alzheimer e chegou a ser internada, em 2011, com embulia pulmonar. O falecimento foi na casa dela, na Pampulha. A mulher deixa dois filhos, já que a caçula Zana Lúcia morreu em 1976, aos 26 anos.

Leia mais:
Mãe da ex-presidente Dilma Rousseff é velada na manhã deste domingo em BH