Primeira  transexual eleita para a Câmara Municipal de Belo Horizonte, a professora Duda Salabert (PDT) foi escolhida como uma das 50 personalidades LGBT mais influentes do Brasil em 2020. O ranking foi elaborado pela Rede Guiya, editora dedicada à produção de guias gays no país.

O destaque na lista vem logo após Duda fazer história no pleito deste ano. Ela foi a vereadora com o maior número de votos na história da capital. Escolhida por 37.613 eleitores, ocupa o 25º posto no ranking de influência. Por isso, superou nomes importantes da internet, como o jornalista Bruno Rocha, idealizador do portal Hugo Gloss, e Marcela Mc Gowan, médica paulista e ex-participante do Big Brother Brasil 20. 

Duda ficou à frente, também, de outro belo-horizontino. O vereador Gabriel Azevedo (Patriota), um dos poucos políticos assumidamente bissexuais, ficou em 46º lugar na lista. 

No topo da relação está a cantora Anitta, que é bissexual. Completam o “Top 5” Pabllo Vittar, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES), Toni Reis, presidente da Aliança Nacional LGBTI+, e o influencer Carlinhos Maia.

Leia também:

Defesa Civil alerta para pancadas de chuva com raios e rajadas de vento em BH até domingo
Quarentena faz triplicar interesse por ensino domiciliar; a cada dia, 30 famílias buscam informações