O índice composto de indicadores antecedentes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recuou de 99,8 em novembro para 99,7 em dezembro, informou a própria instituição nesta segunda-feira. Uma leitura abaixo de 100 pontos sugere que o crescimento econômico está abaixo do normal. No caso do Brasil, houve recuo de 98,2 em novembro para 98,1 em dezembro.

A pesquisa da OCDE mostra que a economia do Japão pode desacelerar nos próximos meses, enquanto há sinais de que a economia da China está se estabilizando. A entidade sediada em Paris disse que suas projeções para a atividade futura, baseadas em informações disponíveis para dezembro, continuam a mostrar desaceleração nos Estados Unidos, no Reino Unido e na Rússia, além de crescimento estável na zona do euro e de aceleração econômica na Índia. Para o Canadá, há sinais de desaceleração econômica.

Os números para China e Brasil sugerem que a desaceleração nessas duas economias emergentes pode terminar nos próximos meses, diz o comunicado. Segundo a OCDE, as leituras apontam para "sinais de tentativa de estabilização".

O índice da OCDE para a China subiu para 98,1 em dezembro, um pouco acima dos 98,0 de novembro. É a segunda alta mensal da leitura para o país. Fonte: Dow Jones Newswires.