Índice usado para reajustes de aluguel acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Agência Brasil
28/10/2021 às 09:01.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:08
 (Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

(Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel do país, registrou inflação de 0,64% em outubro. Em 12 meses, o índice acumulou inflação de 21,73%. No ano, 16,74%.

Em setembro, houve deflação (queda de preços) de 0,64%. Em relação a outubro do ano passado, ocorreu recuo da taxa, já que, naquela ocasião, o IGP-M teve inflação de 3,23%. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV).

A alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que acompanha esse segmento, teve inflação de 0,53% em outubro, ante uma deflação de 1,21% em setembro.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) também subiu ao passar de 0,56% em setembro para 0,80% em outubro.

Por outro lado, a inflação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede o varejo, caiu de 1,19% em setembro para 1,05% em outubro.

Leia mais:
Ninguém acerta Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões
Rede de varejo Casa & Video abre vagas temporárias de Natal para operadores de loja em Minas
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por