As vendas da indústria de materiais de construção no mercado interno cresceram 9,3% no mês de setembro em relação ao registrado em setembro de 2012. Já na comparação com agosto, houve queda de 2,2%, de acordo com pesquisa divulgada, nesta quinta-feira (17), pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

No acumulado dos primeiros nove meses de 2013, a alta chegou a 4,3%, enquanto nos últimos 12 meses encerrados em setembro, houve avanço de 3,8%, conforme o levantamento. O total de trabalhadores empregados na indústria de materiais de construção em setembro recuou 2,1% em relação ao mesmo mês do ano passado e caiu 0,8% ante agosto deste ano.

A expansão de 4,3% nas vendas no acumulado do ano está um pouco acima dos 4,0% de alta projetados pela Abramat para o fechamento de 2013. Em nota, a associação pondera que, para a projeção ser alcançada, é preciso que ocorra uma ampliação dos estímulos governamentais para o setor da construção civil, além da manutenção dos níveis de emprego, renda e crédito, e da aceleração do ritmo das obras de infraestrutura.

No mês de setembro, o faturamento do setor foi puxado pelas vendas de materiais de acabamento (pisos, azulejos, metais sanitários, iluminação, entre outros), que avançaram 12,2% ante o mesmo mês de 2012 e recuaram 0,2% na comparação com agosto. No acumulado do ano, houve expansão de 6,7%. Já as vendas dos materiais básicos (cimento, areia, vidro, entre outros) subiram 7,1% ante setembro de 2012, e caíram 3,6% ante agosto. No acumulado do ano, a alta é de 2,7%.