A partir do dia 30 de julho terá início a cobrança em nove das 11 praças de pedágio instaladas na BR-040 entre Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG), sob responsabilidade da concessionária Via 040. A cobrança foi autorizada nesta segunda-feira (20) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A arrecadação será realizada nos postos de Cristalina, em Goiás, e nos municípios mineiros de Paracatu, Lagoa Grande, João Pinheiro, São Gonçalo do Abaeté, Felixlândia, Curvelo, Capim Branco e Barbacena. Já as praças de Itabirito e de Conselheiro Lafaiete dependem de uma outra autorização da ANTT.

Embora a primeira etapa de duplicação tenha ocorrido apenas entre os municípios de Cristalina e Luziânia, em Goiás, e João Pinheiro, na região Noroeste de Minas, a cobrança já começará nos postos onde as intervenções ainda vão ocorrer. As obras citadas foram concluídas após 15 meses.

Outras obras de recuperação do pavimento, instalação de sinalização, de placas informativas e de radares, entre outros serviços foram realizados em todo o trecho sob responsabilidade da Via 040.

O valor definido pela ANTT sofreu reajuste de 37,12% na Tarifa Básica de Pedágio, passando de R$ 3,33 para R$ 4,60 – valor arredondado. A decisão está publicada em resolução no Diário Oficial da União desta segunda-feira. Para atender aos usuários, foram contratados 355 colaboradores que atuarão na operação de arrecadação.

Nos próximos 10 dias quem passar pelos postos de pedágio receberão materiais informativos sobre a nova tarifa.

pedágio cristalina br 040

Praça de pedágio de Cristalina (Km 93), em Goiás. Cobrança será feita em nove, dos 11 postos de pedágio da BR-040 entre Juiz de Fora (MG) e Brasília (DF). Foto: Studio Pixel/ Acervo Via 040