Apesar de leve queda em novembro, inflação do aluguel no Brasil chega a 17% em um ano

Agência Brasil
29/11/2021 às 09:40.
Atualizado em 08/12/2021 às 01:10
 (Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

(Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou inflação de 0,02% em novembro deste ano, taxa mais baixa do que as do mês anterior (0,64%) e de novembro de 2020 (3,28%). Segundo a Fundação Getulio Vargas, o indicador acumula 16,77% no ano e 17,89% em 12 meses.

A queda da taxa de outubro para novembro foi puxada pelos três subíndices que compõem o IGP-M. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede o atacado, teve deflação (queda de preços) de 0,29% em novembro. Em outubro, houve inflação de 0,53%.

A inflação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede o varejo, recuou de 1,05% em outubro para 0,93% em novembro. Já o Índice Nacional de Custo da Construção passou de 0,80% para 0,71% no período.

Leia mais:
Mercado financeiro prevê inflação em 10,15% e expansão do PIB em 4,78%
Como vai funcionar o vale-gás? Benefício começa a ser pago em dezembro.
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por