A queda inesperada das encomendas de bens duráveis em fevereiro colocou um freio nas previsões de diversos economistas sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos este trimestre.

Segundo dados do Departamento do Comércio, as encomendas de bens duráveis caíram 1,4% em fevereiro em comparação com janeiro. A previsão era de alta de 0,2%. As encomendas de bens duráveis excluindo o setor de defesa também recuaram, seguindo-se de uma revisão para baixo dos dados do mês de janeiro.

Diante desses números, o Barclays revisou a sua previsão de expansão do PIB dos EUA para 1,2% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2014, de 1,3% anteriormente. O Morgan Stanley cortou a sua previsão para 0,9%, de 1,2%, na mesma comparação.