O governo grego decidiu nesta quarta-feira ampliar o feriado bancário em mais três dias úteis. Com isso, os bancos gregos não reabrirão pelo menos até a próxima terça-feira, informou o jornal local Ekathimerini. De acordo com o diário, o governo do premiê Alexis Tsipras decidiu também estabelecer um limite de mil euros em dinheiro que os viajantes podem levar ao sair da Grécia.

As novas diretrizes também permitem que os pensionistas sem dinheiro no cartão recebam mais 120 euros, em agências bancárias abertas especificamente para esse propósito pelo país. Os desempregados que tiveram direito a seguro-desemprego e pessoas que recebem pensão de fundos estrangeiros também poderão sacar a mesma quantia.

De acordo com o jornal, funcionários de bancos gregos dizem que a liquidez existente será adequada até a segunda-feira, mas ressaltam que haverá dificuldades a menos que o Banco Central Europeu (BCE) eleve o limite da Assistência de Liquidez Emergencial (ELA, na sigla em inglês) para o país. Segundo as fontes, sem um acordo entre o governo e seus credores sobre um aumento da ajuda, será improvável que os caixas possam garantir mesmo os 60 euros por dia nos saques já na segunda-feira. (Gabriel Bueno da Costa)