A alta expectativa em torno da edição 2021 da Black Friday fez com o transporte público, shoppings centers e lojas de rua alterassem seus horários para comportar o grande público que é esperado na região central, nos centros de compra e nos principais corredores de bairro de Belo Horizonte nesta sexta-feira (26).

Para se ter uma ideia, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) estima faturamento da ordem de R$ 2 bilhões somente em BH, em função dos descontos e promoções especiais ofertados pelo comércio. A Black Friday é uma campanha comercial marcada por descontos agressivos tanto nas lojas físicas como no e-commerce. De origem norte-americana, chegou ao país em 2011. “Essa é uma excelente oportunidade para o comércio que, ao longo dos dois últimos anos, sofreu duros golpes da crise sanitária e econômica. Essa também é uma boa oportunidade para antecipar as compras de Natal”, afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Para compensar a queda no movimento em função da greve dos motoristas de ônibus da capital, principalmente no início da semana, a entidade está orientando seus associados a ampliar o prazo da Black Friday até a próxima terça-feira (30). “Os dois dias de paralisação trouxeram impacto negativo ao comércio. Muitos consumidores não conseguiram antecipar as compras e a semana pré Black Friday foi prejudicada”, diz Souza e Silva.

Shoppings

Nos shoppings, a decisão de estender o horário de funcionamento já foi anunciada. Em alguns deles, os descontos e valores promocionais nas lojas vão valer por toda a semana, já que a Black Friday abre a temporada de compras para o Natal. É o caso do shopping Del Rey, localizado na região Noroeste de Belo Horizonte, onde a temporada de descontos especiais começou mais cedo, na segunda, 22, e vai até a próxima segunda, 29. 

Na edição deste ano, o Del Rey inovou com um desconto adicional nas compras feitas por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp. “Nós temos o canal da assistente de compras, que ajuda o cliente a escolher o produto das lojas do shopping. O cliente faz a compra online e recebe em casa com frete grátis e, especialmente para a Black Friday, a compra pelo WhatsApp está com 20% de desconto extra além do desconto praticado pelo lojista”, diz a gerente de Marketing do Del Rey, Isabela Moreira.

BHTrans e Metrô

A expectativa de movimento na cidade é tamanha que tanto a BHTrans como a CBTU alteraram os horários do transporte coletivo na capital nesta sexta. No caso dos ônibus, a BHTrans informou que irá reforçar os horários e o número de veículos circulando em Belo Horizonte em todo o fim de semana. A medida foi tomada justamente para atender vendedores, trabalhadores e consumidores que irão às compras na Black Friday, além de estudantes que fazem a prova do Enem no domingo (28). A BHTrans alerta, entretanto, que o reforço só será possível caso a greve dos rodoviários continue suspensa ou que seja definitivamente interrompida. Uma audiência será realizada nesta sexta-feira (26) para que um acordo entre motoristas e empregadores seja pactuado. Os motoristas da capital entraram em greve na segunda (22), mas a suspensão foi definida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3).

Já em relação ao metrô, a CBTU determinou um horário especial de hoje a domingo (28), para atender a demanda de consumidores que irão às compras em pelo menos três shoppings da capital. As estações Vilarinho, Minas Shopping e Santa Efigênia vão funcionar até às 23h30 com as bilheterias abertas. Estas são as únicas três estações que dão acesso direto a shoppings em BH. Todas as outras estações do sistema estarão abertas apenas para desembarque após às 23h.