A China pode atingir a meta de crescer cerca de 7% em 2015, afirmou Sheng Laiyun, porta-voz do Escritório Nacional de Estatísticas. Se alcançado, esse crescimento econômico de 7% ainda será o mais lento em 25 anos na segunda maior economia do mundo.

No terceiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) da China avançou 6,9%, na comparação com igual período do ano passado, o desempenho mais fraco no país desde a crise financeira global. Conforme as políticas de estímulo do governo são adotadas, porém, mais fatores positivos começam a ter um papel no apoio do crescimento econômico, disse Sheng. Fonte: Dow Jones Newswires.