SÃO PAULO - A pesquisa Focus, divulgada nesta segunda-feira (23) pelo Banco Central, revelou que os economistas de instituições financeiras reajustaram para baixo suas perspectivas para a inflação deste ano, reduzindo o IPCA de 5,82% para 5,81%. Porém, eles acreditam que haverá uma maior alta nos preços no ano que vem, alterando o índice de 5,90% para 5,96%.

Em relação à cotação do dólar, a perspectiva é que a moeda estrangeira feche o ano cotada a R$ 2,33, contra R$ 2,35 registrados na pesquisa anterior.
A previsão para a Selic, a taxa básica de juros, foi mantida em 9,75% tanto para este ano quanto para o ano que vem. A última reunião para um possível reajuste da taxa acontece em novembro.