O comércio varejista mostrou ganho de ritmo em setembro. A alta de 0,7% nas vendas ante agosto representou o quinto mês seguido de crescimento, período em que acumulou um avanço de 2,4%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"O resultado é importante não só por completar cinco meses de altas, mas porque ele mostra ritmo mais acelerado em relação a agosto (0,2% ante julho)", avaliou Isabella Nunes, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio no IBGE.

Varejo

A alta de 0,7% nas vendas ante agosto representou o quinto mês seguido de crescimento, período em que acumulou um avanço de 2,4%


A pesquisadora pondera, porém, que a melhora do varejo em setembro não mudou o indicador de longo prazo, representado pela taxa acumulada em 12 meses, não alterando, portanto, a tendência para o setor. A taxa do varejo acumulada em 12 meses saiu de 1,4% em agosto para 1,5% em setembro.

"Na verdade, essa melhora observada em setembro, quando incorporada no indicador de longo prazo, mantém o varejo no mesmo patamar, não tem mudança. Pela ótica de 12 meses tem predominância de atividades com estabilidade em relação ao patamar de agosto", disse Isabella. "Ainda não teve capacidade para alterar indicador de longo prazo", concluiu.

Leia mais: