O novo recuo no número de trabalhadores na indústria em setembro fez o emprego industrial ficar 8,3% abaixo do pico registrado em julho de 2008, apontou Rodrigo Lobo, economista da Coordenação de Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já a produção industrial "está 6,3% abaixo do pico, que foi em junho de 2013", completou.

A queda de 3,9% no pessoal ocupado em setembro ante o mesmo mês do ano passado foi puxada pela redução de 4,7% no parque industrial paulista. O Estado de São Paulo responde por um terço do emprego industrial do País. "São Paulo já vem liderando as perdas no mercado de trabalho desde novembro de 2013", notou o economista do IBGE.

Outros resultados negativos significativos em setembro foram registrados no Paraná (-5,2%), em Minas Gerais (-3,9%), no Rio Grande do Sul (-4,7%), na região Norte e Centro-Oeste (-3,2%) e na região Nordeste (-2,2%).