As encomendas à indústria norte-americana caíram 3,4% em dezembro de 2014, em recuo maior que o esperado pelos analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam queda mensal de 2,5%. O Departamento do Comércio dos Estados Unidos também revisou os dados referentes a novembro, que agora mostram contração de 1,7%, ante leitura anterior de -0,7%.

Em dezembro, as encomendas excluindo o segmento de transportes caíram 2,3%, no que foi o maior recuo mensal desde março de 2013. Sem as encomendas do setor de Defesa, o recuo foi de 3,2%, o maior desde agosto de 2014.

As encomendas de bens não duráveis recuaram 3,4% em dezembro, com queda liderada por produtos derivados do petróleo e carvão. Já os bens duráveis foram revisados para queda de 3,3% - na estimativa da semana passada, o recuo previsto era de 3,4%. Fonte: Market News International.