Empreendedores interessados em participar do programa de incentivo a startups devem se apressar, pois as inscrições para o "Programa de Desenvolvimento do Ecossistema de Startups e Empreendedorismo" do Governo de Minas (SEED) se encerram nesta quinta-feira (17). Até o momento, quase 1.100 projetos de 18 estados brasileiros e 21 países já submeteram, desde que as inscrições começaram em setembro.
 
Para Leandro Campos, gerente do programa, o volume de inscrições deve se multiplicar na medida em que o prazo final se aproxima. “Vários empreendedores já iniciaram o processo em nosso site e estão ajustando detalhes para se adequar aos requisitos da seleção. Sabemos que, em muitos casos, grandes ideias surgem na última hora. Por isso temos a expectativa de um aumento significativo de ideias submetidas até o dia 17”, explica. A primeira turma de empreendedores a ser acelerada tem início previsto para dezembro deste ano.
 
O programa ofederece um capital semente não reembolsável de R$ 80 mil, mentoria, formação em empreendedorismo, espaço para coworking e conexão com uma comunidade global de empreendedores, por meio de parcerias formadas pelo Estado. Estão aptos para inscrição projetos com dois a três participantes que tenham idade mínima de 18 anos, brasileiros ou estrangeiros em condições de permanecer no Brasil pelo período de participação no programa. Estes empreendedores devem apresentar potencial para contribuir no desenvolvimento do ecossistema local de startups e estarem dispostos a residir em Belo Horizonte durante seis meses.
 
Para participar, os projetos devem estar em estágio inicial, desenvolvendo um protótipo ou uma versão lançável de seu produto ou serviço. Os participantes também deverão compartilhar seus conhecimentos com a comunidade através de workshops, cursos e oficinas. 
 
"Temos um ecossistema totalmente favorável para o surgimento de startups e, agora, a partir do SEED, temos o incentivo governamental e financeiro que faltava para alavancar de vez a cultura empreendedora e tecnológica em nosso estado", afirma André Barrence, diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas, responsável pelo programa.
 
O SEED será composto, inicialmente, de duas turmas, com duração de seis meses e a participação de 40 startups por etapa.