O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou alta de 1,04% na primeira quadrissemana de dezembro, mostrando leve desaceleração frente à leitura de novembro, quando o IPC avançou 1,06%, segundo pesquisa da Fipe.

Na primeira leitura de dezembro, quatro grupos de produtos reduziram ganhos em relação ao resultado do mês passado. Em Habitação, a alta nos preços diminuiu de 0,49% em novembro para 0,40% na primeira estimativa de dezembro. No caso de Transportes, o aumento foi de 1,10% para 0,99%, enquanto no item Saúde, a elevação recuou de 0,63% para 0,56%, e em Educação, de 0,17% para 0,15%.

Os custos de Alimentação, por sua vez, subiram 2,26% na primeira prévia de dezembro, repetindo o avanço do mês passado.

Por outro lado, houve aceleração nos preços de Despesas Pessoais, de +0,82% para +0,98%, e nos de Vestuário, de +0,50% para +0,61%.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC na primeira quadrissemana de dezembro:

Habitação: 0,40%

Alimentação: 2,26%

Transportes: 0,99%

Despesas Pessoais: 0,98%

Saúde: 0,56%

Vestuário: 0,61%

Educação: 0,15%

Índice Geral: 1,04%