O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta quinta-feira (9) que o governo vai avaliar se a extensão da valorização do salário mínimo para aposentados, aprovada ontem (8) no Congresso, é sustentável. A afirmação foi feita na entrada do ministério, onde o ministro participa de reunião com senadores nesta manhã (9) para discutir a reforma do ICMS.

Foi o Senado que deu aval ontem à medida provisória que mantém os parâmetros de reajuste real do salário mínimo, aprovada na Câmara incluindo a extensão da regra aos aposentados. Com forte impacto no orçamento, é esperado que a presidente Dilma Rousseff vete esse trecho do texto. Questionado se a extensão do reajuste para os aposentados é sustentável e se a presidente deveria vetar, Levy respondeu: "vamos avaliar".

Já chegaram à reunião com o ministro os senadores Fernando Bezerra (PSB-PB), Blairo Maggi (PR-MT), Lúcia Vânia (Sem partido-GO), Acir Gurgacz (PDT-RO) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).