Enquanto a “tempestade” da Covid não passa, comerciantes da capital tentam encontrar formas de reforçar telhado e estruturas para evitar que a crise ponha mais negócios abaixo. Iniciativas para tal estão reunidas no projeto do “Recomeça Minas”, que tramita na Assembleia Legislativa de Minas e deve ser aprovado e enviado ao governo estadual já na semana que vem.

Com contribuições de diversos setores, o plano pretende apoiar empresas mineiras, manter e criar empregos e gerar recursos para o Estado, em meio à pandemia. 

A CDL-BH participa das discussões e sugeriu esta semana, a criação de um “Pronampe Mineiro”, nos moldes do programa federal, por meio do BDMG, para facilitar crédito e flexibilizar exigências, especialmente, para empresários com pagamentos em atraso. “A adoção dessas medidas será um valoroso apoio para os setores produtivos, principalmente neste momento de retomada”, destacou o presidente da entidade, Marcelo de Souza e Silva.

Leia mais:

Fecham e não reabrem: crescem os encerramentos no comércio; em BH, portas sobem para pagar dívidas