A agência de classificação de risco Moody's adiou uma revisão agendada de seus ratings de crédito da Hungria em razão das incertezas sobre a situação na Grécia, informou o Ministério da Fazenda do país.

A dívida húngara está classificada fora do grau de investimento pelas três principais agências. A classificação da Moody's é Ba1, um patamar abaixo do grau de investimento, com perspectiva estável.

Um grande número de analistas esperava que a Moody's elevasse a perspectiva do rating da Hungria para positiva, saindo de estável, na sexta-feira depois do fechamento dos mercados de forma que o próximo passo fosse a elevação do rating. Outra agência, a Fitch Ratings, elevou a perspectiva de estável para positiva em maio.

A Hungria espera que a Moody's reconheça que o país melhorou seus fundamentos econômicos em uma data posterior, disse o Ministério em nota.

O déficit orçamentário húngaro tem sido continuamente pequeno e a dívida pública tem caído como porcentagem do Produto Interno Bruto enquanto a economia tem voltado a um caminho de crescimento, disse o Ministério. Os yields dos títulos públicos em moeda local estão frequentemente menores do que os de outros países com rating de crédito mais elevados, refletindo que os investidores tem reconhecido os resultados do país há bastante tempo, completou a nota.

Uma nova revisão do rating soberano da Hungria está agendada pela Moody's para 6 de novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.