A Petrobras confirmou nesta terça-feira (15), o reajuste nos preços de comercialização às distribuidoras do GLP destinado aos usos industrial e comercial no porcentual médio de 7,2% e vigência a partir desta quarta (16). O Sindigás havia informado que suas associadas foram comunicadas nesta tarde pela Petrobras sobre o reajuste do preço do GLP industrial.

A decisão é explicada, principalmente, pela variação das cotações do produto nos mercados internacionais desde a última revisão de preços, diz a estatal.

A Petrobras esclarece também que os preços de GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13kg (conhecido como P13 ou gás de cozinha) não foram objeto deste reajuste.