A Petrobras informa que a maioria das entidades sindicais aprovou o encerramento da greve. Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que a produção da companhia está se normalizando e, no período da greve, deixaram de ser produzidos 2,29 milhões de barris de petróleo e 48,4 milhões de metros cúbicos de gás natural foram indisponibilizados.

A estatal reiterou, apesar do impacto nos volumes, a manutenção da sua meta de produção de 2,125 mil bbld de petróleo no Brasil para o ano de 2015.

Segundo a empresa, o fornecimento de derivados não sofreu qualquer interrupção.