A Petrobras anunciou reajuste médio de 5% para o GLP P13, o gás de cozinha, nas suas refinarias. A partir desta terça-feira (22), a estatal passará a cobrar um preço médio de R$ 1.943,34 por tonelada, contra R$ 1.850,84 anteriormente. O ultimo reajuste havia sido feito em 5 de agosto.

A alteração foi antecipada na segunda-feira, 21, pelo Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás).

Com o reajuste, o preço médio do botijão de 13 quilo nas refinarias passará de R$ 24,06 para R$ 25,26. A Petrobras entrega o GLP para ser envasado pelas distribuidoras.

Gás industrial

A estatal também anunciou reajuste no gás industrial, cujo preço médio saltou 3% também a partir desta terça, para R$ 2.009,34 por tonelada. Deste agosto, o produto era vendido por R$ 1.950,8/t nas refinarias da estatal.

Os preços são para pagamentos à vista e sem os tributos.

Leia mais:
Marinha diz que 900 toneladas de óleo foram retiradas do Nordeste
Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras
Petrobras reafirma que óleo em praias não veio de ações da empresa