Um petroleiro do Governo Regional do Curdistão, com uma carga de US$ 100 milhões, planeja transportar o produto até o Texas, desafiando a orientação do governo do Iraque.

O petroleiro, com o nome de United Kalavrvta, representa uma das quatro grandes remessas de petróleo embarcadas pelo Governo Regional do Curdistão desde maio, embora apenas uma delas conseguiu entregar o produto com sucesso. O governo local alega que possui plena autoridade para lidar com os recursos naturais do Iraque.

O Governo Regional do Curdistão tenta estabelecer um Estado independente do Iraque, enquanto os EUA se comprometeram a manter o governo iraquiano unido. Washington tem apoiado os esforços de Bagdá para afetar as vendas de petróleo do Curdistão, mas a vice-porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, argumentou que nada mudou com relação ao petróleo da região. "Os recursos energéticos do Iraque pertencem a todos os iraquianos. Os EUA deixaram muito claro que, em casos envolvendo disputas legais, os EUA informam as partes em disputa e recomendam que elas tomem suas próprias decisões", justificou.

Bagdá tem ameaçado acrescentar os compradores do petróleo curdo a uma lista negra e tomar ações legais contra qualquer agente envolvido na transação. Ainda não se sabe quem é o comprador no Texas. Fonte: Dow Jones Newswires.