Presidente do BNDES terá que explicar empréstimos a empresas de Eike

Agências Estado e Folhapress
25/08/2013 às 13:00.
Atualizado em 20/11/2021 às 21:17
 (Divulgação)

(Divulgação)

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado receberá na próxima terça-feira (27) o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. Ele participará de uma audiência pública para esclarecer a política de operações creditícias feitas ao grupo EBX, do empresário Eike Batista, segundo informações da Agência Senado. A audiência pública será realizada na próxima terça-feira (27), às 11h30.

Após a crise vivida pelo grupo EBX, o banco de fomento teve sua atuação questionada em relação a empréstimos e operações com a companhia. Os senadores querem esclarecer se há algum tipo de tratamento privilegiado às empresas do grupo.

As companhias do empresário tiveram forte perda de valor nos últimos meses com a perda de confiança do mercado nos negócios. A crise foi iniciada no ano passado, quando a OGX (petróleo e gás) frustrou investidores ao produzir bem abaixo dos 15 mil barris diários inicialmente projetados.

A Comissão também vai averiguar os motivos das escolhas do BNDES. Isso porque o banco faz empréstimos com recursos públicos e com juros subsidiados. Recentemente, o BNDES colocou R$ 82 milhões na MPX, braço de energia de Eike Batista, para manter sua participação de 10,3% após o aumento de capital da empresa.

Coutinho ainda deverá responder questões relacionadas às perspectivas dos investimentos do BNDES para o quadriênio 2013-2016; o balanço operacional e financeiro do banco; e a expectativa de financiamento de longo prazo no Brasil; além do papel do BNDES.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por