Após o corte de 0,75 ponto porcentual da Selic, promovido na noite de quarta-feira, 11, pelo Banco Central, o Santander anunciou queda de 5% a 10% nas taxas de juros das suas principais linhas de crédito de varejo. Segundo a instituição financeira, os clientes que contratarem financiamentos em qualquer canal de atendimento do Santander a partir de sexta-feira, 13, já terão acesso às novas taxas.

O Crédito Pessoal terá a taxa mínima reduzida de 2,09% para 1,99% ao mês, e a máxima, de 8,49% para 7,99% ao mês. Outro exemplo é o CDC veículos, cuja taxa mínima cai de 1,39% para 1,25% ao mês, e a máxima, de 2,99% para 2,79% ao mês. As linhas que terão os juros revisados correspondem a cerca de 90% do crédito concedido a pessoas físicas nas operações de varejo.

Ontem, após o corte mais agressivo nos juros básicos, Bradesco e Banco do Brasil informaram imediatamente uma redução das suas taxas, válidas a partir de segunda-feira. A Caixa, por sua vez, disse estar monitorando suas carteiras para possíveis ajustes.

Leia mais:
Empresários creem em melhora da economia, mas devem investir menos em ampliação
Após anúncio do Copom, Banco do Brasil reduz juros em linhas de crédito
Banco Central sinaliza que manterá ritmo de cortes maiores dos juros
Banco Central surpreende mercado e reduz taxa básica de juros para 13,00% ao ano