RIO DE JANEIRO - As termelétricas continuam operando a carga plena e no domingo (27) geraram 23% da energia do sistema elétrico brasileiro, enquanto as hidrelétricas foram responsáveis por 73,8% do total de 51.700 MW médios gerados, segundo boletim da operação do ONS (Operador Nacional do Sistema). O restante é fornecido por usinas nucleares e eólicas. No documento, a instituição prevê chuvas para o Norte e o Nordeste nesta semana, o que pode melhorar o nível de águas das hidrelétricas nessas regiões, mas para os subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul, a previsão é de chuvas abaixo das registradas na semana passada.

O aumento de chuvas na região Nordeste, a mais crítica do país, fez o ONS reduzir o custo da operação do sistema de R$ 477,81 o MWh (megawatt-hora) na semana passada para R$ 304,56 MWh nesta semana até sexta-feira, dia 1º de fevereiro. Os reservatórios das hidrelétricas seguem em níveis abaixo da série histórica, mas registram melhora principalmente em relação ao início do ano.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o nível de armazenagem dos reservatórios ontem era de 35,38%, contra 28,9% em 1º de janeiro. No Sul, o nível era de 46,85%, ante 37,7% no início do ano, enquanto o Norte registrava 47,71% -acima dos 41,1% do início deste mês.

O subsistema Nordeste é o único a permanecer praticamente estável ao longo do mês, com nível de 31,33% ontem e 32% em 1º de janeiro.