Caso um turista queira visita o novo Mineirão, partindo da Savassi, e queira fechar um valor de ida e volta, ele pode pagar R$320,00, mas se não pesquisar os preços, o consumidor pode chegar a ter um prejuízo de até  71,88%, pois o maior valor encontrado pode chegar a R$ 550.

Os valores de aluguel de van encontrados no comércio de Belo Horizonte podem variar em até 92%. Foi o que revelou uma pesquisa realizada pelo Mercado Mineiro, entre os dias 21 a 23 de maio. Os preços da diária com franquia de 100 a 150 quilômetros e inclusão de dez horas de motorista podem variar entre R$ 250 e R$ 480.   

Por isso os especialistas recomendam fazer uma pesquisa dos preços de mercado antes de fechar uma locação.

Além disso, o consumidor deve avaliar a referência do motorista. Segundo o levantamento, a "hora extra" desse profissional apresentou uma variação de 171,74%, sendo o menor preço R$ 18,40 e o maior R$50.

É aconselhável também examinar o estado de conservação do veículo, como pneus novos e verificar a garantia e o seguro do carro.

O estudo apresentou uma variação maior, 300%, em relação ao preço do "quilômetro rodado excedido" que é encontrado tanto por R$ 1, quanto a R$ 4.

Diante do resultado, o Mercado Mineiro recomenda documentar por escrito o que foi contratado com atenção a detalhes, pois pode ocorrer atrasos, a van pode estragar e apresentar outros diversos tipos de inconvenientes.

Trajetos

O trajeto mais solicitado pelos clientes e que apresentou maior variação foi o “Savassi/Aeroporto de Confins”, com diferença de até 122,22%, e preços variando entre R$180 e R$400.

Além do percurso Savassi/Mineirão, outro serviço bastante procurado é  o da Savassi ao Jardim Canadá (ida e volta). O valor pago pode variar de R$300 a R$550, com uma diferença percentual de 83,33.

As vans pesquisadas podem ser “Sprinter” ou “Ducato” e, de acordo com a quantidade de pessoas, horário ou dia os preços podem ser diferentes. A pesquisa foi feita em 16 estabelecimentos de Belo Horizonte e Região Metropolitana.