A expectativa do aumento das vendas para o Dia dos Pais é reforçada pela injeção de recursos provenientes do pagamento integral dos salários de todo o funcionalismo público estadual. Segundo o governo estadual, cerca de 480 mil servidores devem receber o salário em única parcela, a partir deste mês ( o depósito deve cair amanhã) . 

Somente em BH, são mais de 110 mil servidores ativos e inativos, o que gera uma folha de quase R$ 800 milhões. “O retorno do pagamento em dia de todo o funcionalismo estadual certamente terá reflexos positivos na venda do Dia dos Pais”, afirma o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Marcelo de Souza e Silva. 

A opinião é compartilhada pelo presidente do Sindlojas/BH, Nadim Nonato. Para ele, a maior circulação dos recursos também deve ter reflexo em outras datas comemorativas do segundo semestre. “Está claro que estamos vivendo o início da retomada e, com o funcionalismo estadual recebendo integralmente, teremos aumento das vendas”, destaca.

E a recuperação gradual já é sentida por alguns empresários do setor. Dono de uma rede lojas de roupas masculinas com mais de 130 pontos espalhados pelo país, Pedro Paulo Drummond já entende que existe uma tendência clara de evolução nas vendas. “Ainda não vamos conseguir alcançar neste Dia dos Pais o volume de vendas de 2019, mas o faturamento está aumentando mês a mês e essa tendência é firme, constante. Creio que o pior momento já passou”, acredita.

Leia também:

Marco para retomada: recuo da Covid e salário de servidor devem ampliar vendas para o ‘Dia dos Pais’