Economista analisa cenário econômico e dá dicas para driblar impacto de alta de preços

Maria Amélia Ávila
mvarginha@hojeemdia.com.br
22/09/2021 às 14:58.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:55
 (Divulgação Uninter)

(Divulgação Uninter)

O cardápio tradicional da mesa do brasileiro - arroz, feijão, carne e verdura - está cada vez mais caro. A alta no preço da carne bovina, e de outras proteínas, por exemplo, fez com que milhares de brasileiros buscassem substitutos mais baratos, como o ovo. Uma pesquisa do Datafolha revelou que metade dos brasileiros está consumindo mais ovos. O levantamento foi feito entre 13 e 15 de setembro, com 3600 pessoas. 

Mas não são apenas os itens alimentícios que pesam no bolso do consumidor. Energia e combustíveis mais caros também estão na lista. Em agosto, a inflação subiu 0,87%, a maior registrada para o mês desde 2000, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o indicador acumula altas de 5,67% no ano e de 9,68% nos últimos 12 meses.

A economista e pós-doutora em Políticas Públicas, Pollyanna Gondin, dá dicas para ajudar a driblar os impactos da inflação no bolso do consumidor. 

Acompanhe a entrevista na íntegra. 

Compartilhar
Logotipo Hoje em DiaLogotipo Hoje em Dia

Fale conosco: (31) 3253-2207

ASSINEDigitalATENDIMENTO AO ASSINANTEBelo Horizonte 31 3236-8000Interior 31 3236-8000
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por