Micro e pequenas empresas com ideias inovadoras que queiram entrar no mercado poderão ter até R$ 120 mil de subsídio do Sebrae. A seleção será feita por meio do Edital Sebrae de Inovação, que em dois anos irá distribuir mais de R$ 20 milhões.

As inscrições poderão ser feitas até 23 de setembro pelo site www.inovativabrasil.com.br, porém, antes de se inscreverem, os interessados deverão procurar o Sebrae do seu estado, de posse da documentação exigida no edital, para obter o termo de habilitação, item obrigatório no processo de inscrição online. 

O edital será dividido em duas modalidades: Desenvolvimento Tecnológico e Encadeamento Tecnológico. No primeiro caso, além de aplicativos e jogos, encaixam-se iniciativas como a criação de cosméticos com o uso de nanopartículas. 

Para o Encadeamento Tecnológico, a ideia é desenvolver algo a ser utilizado em uma grande empresa, por exemplo, um sistema eletrônico para carros a ser aproveitado pela indústria automotiva. Nessa categoria, os projetos deverão ser desenvolvidos em parceria com uma média ou grande empresa. 

Para ambas as modalidades, a execução ficará a cargo de uma Entidade de Ciência, Tecnologia e Inovação (ECTI), a ser contratada pelo Sebrae no estado do empreendimento. Haverá apoio a projetos de 24 estados brasileiros, exceto no Amapá, Pará e São Paulo, que não aderiram ao edital.

Os projetos selecionados terão um prazo de 24 meses para serem executados e o subsídio de até R$ 120 mil por iniciativa, sendo obrigatória uma contrapartida financeira de até R$ 80 mil. No mínimo 20% dos recursos serão destinados a projetos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, desde que alcancem a pontuação mínima no edital.  Já empresas incubadas, graduadas, aceleradas ou finalistas do programa InovAtiva receberão 10% a mais na pontuação atribuída pela banca avaliadora.

Acesse o edital: http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/Edital%20Sebrae%20de%20Inova%C3%A7%C3%A3o%202016%20(2).pdf