O ministro da Agricultura do Egito, Salah el-Din Helal, foi detido nesta segunda-feira logo após anunciar sua renuncia em meio a uma investigação de corrupção, de acordo com a agência de notícias estatal MENA.

A detenção de Salah el-Din Helal ocorreu após a promotoria do Egito emitir uma ordem de silêncio na semana passada em uma investigação de corrupção sobre a alocação de terras do Estado, que envolveu uma série de altos funcionários do Ministério da Agricultura. A MENA disse que Helal renunciou sob ordens do presidente Abdel Fattah el-Sissi.

Em uma entrevista neste domingo com a rede de televisão privada CBC, Helal disse que "não há encobrimentos de corrupção do Ministério da Agricultura", sem elaborar sobre o caso. O governo egípcio tem sido atormentado por denúncias de corrupção. El-Sissi rotineiramente enfatiza que ele está lutando contra a corrupção.

Muitos funcionários dos tempos do autocrata deposto Hosni Mubarak receberam uma série de absolvições nos últimos meses em casos relacionados à corrupção.

Fonte: Associated Press.